Todo Umbandista já deve ter ouvido por diversas vezes esta frase:  “”” UMBANDA É PÉ NO CHÃO””“…  Mas será que todos sabem o porquê de ficarmos descalços em nossas casas do Ilê Axé Luz de Odara, sim iremos explicar detalhadamente o do porquê sermos assim, e usarmos isto como uns dos Preceitos de nossa Umbanda Sagrada. SÃO TRÊS OS MOTIVOS PRINCIPAIS:  O Primeiro é que o solo representa a morada dos nossos antepassados e quando estamos descalços tocando com os nossos Pés no Chão estamos entrando em contato com estes ancestrais e, consequentemente, com todo o conhecimento e a sabedoria que esse passado Guarda.  O SEGUNDO: motivo pelo qual tiramos os calçados é o respeito ao Solo Sagrado de nosso Terreiro.  Imagine você que vindo da rua com os sapatos sujos e entrar com eles onde nossos trabalhos espirituais são realizados seria como alguém entrar em nossa casa carregando uma Montanha de Lixo que vai caindo e se espalhando por todos os cantos. Diante desta situação você iria dizer o Quê???  No mínimo que essa tal pessoa não tem respeito por você ou pela sua casa, não é mesmo.   O TERCEIRO MOTIVO:  É o fato de que naturalmente nós atuamos como “”Para-Raios”” e ao recebermos qualquer energia mais forte, se estivermos descalços sem nenhum material isolante entre nosso corpo e o chão, ela automaticamente se dissipa no solo.   É uma forma de garantir a segurança do Médium para que não acumule ou leve determinadas energias consigo pra sua casa.   Além de tudo isso podemos dizer também que realizar nossos trabalhos espirituais descalços é uma forma de representar a Humildade e a Simplicidade do Rito Umbandista de fato.  Vale lembrar que no início este costume, nos cultos de origem africana, tinha um outro significado.   “”Os pés descalços eram um símbolo da condição de Escravos da Época, de coisa, uma vez que os escravos não eram considerados um Cidadão e estava, por exemplo, na mesma condição ou categoria do Gado Bovino das fazendas de engenhos.    Quando liberto a primeira coisa que o Negro procurava fazer era comprar um par de sapatos que significavam para eles, o símbolo de sua Liberdade e, de certa forma, faziam com que ele fosse incluso na Sociedade Formal daquela Época.    O significado da “”CONQUISTA””, dos sapatos era tão profundo que muitas vezes eles eram colocados em lugar de destaque na casa para que todos o pudessem vê-los.   No entanto, ao chegarem no Terreiro, espaço que havia sido transformado magisticamente em solo africano, os sapatos tornavam-se novamente apenas um símbolo de valores da sociedade branca e eram deixados do Lado de Fora.   Ali os negros se se sentiam de novo na África e podiam retornar à sua condição de Guerreiros, Sacerdotes, Príncipes, Caçadores, etc.    Tenho certeza que agora entrar descalço no Terreiro terá um outro valor, para você Medium do Ile Axé Luz de Odara. Quando ao sairmos de casa sempre nós buscamos, pelos preceitos dia antes de nossas Giras no terreiro, então coloque mais este no seu dia a dia como médium de Umbanda, e tente ao menos conseguir entender e compreender, que o chão de Nosso Ile Axé Luz de Odara, Nosso Terreiro, ou Nossa Roça, é realmente um solo muito sagrado.  E ao bom filho e médium caberá sempre, buscar pelos preceitos que cerceiam nossa doutrina umbandista, ao chegarmos sempre no terreiro, devemos deixar nossos sapatos fora do terreiro, e também lembrarmos que ao entrarmos neste solo sagrado, precisaremos já estarmos certos de que todos os preceitos foram cumpridos por mim Médium de Umbanda Sagrada.  Espero ter respondido dentro dos meus pequenos conhecimentos sobre umbanda, a todas as suas dúvidas sobre o do Porquê…. Ficarmos Descalços no Terreiro de Umbanda.   

PS: Bom seria se em todas as doutrinas isto fosse determinante ao bem comum de todos nós.

A vela é. certamente, uns dos símbolos mais representativos da Umbanda, ela está presente no CONGÁ – ALTAR, nos Pontos Riscados, nas Oferendas, Tronqueiras e em quase todos os Trabalhos de atendimento e funções gerais de uma casa.   A energia ígnea além de transmutar é também um condutor energético, esta energia é fundamental ao equilíbrio.  Absorção dela é vital para que alcancemos um ponto de equilibro em todos os sentidos da vida, assim como cada substancia tem seu ponto de equilíbrio, medido em graus Celsius ou Fahrenheit, nós também temos esse ponto, e dependendo da absorção dessa energia ígnea, tanto podemos acelerar quanto paralisar nosso racional, deixando de usar a razão e recorrer á emoção ou aos nossos instintos,  O uso religioso das Velas justifica-se porque quando as acendemos, elas tanto consomem energias do Prana quanto o Energizam, e seus halos luminosos interpenetram as dimensões básicas da vida, enviando a elas suas irradiações ígneas e consequentemente nossos pedidos feitos aos Guias.   Cada dimensão vibra numa frequência e o Fogo sendo uma energia não tem cor; mas frequência tem, e muito, por isso usamos Velas coloridas que quando queimadas, queimam seu Pigmento gerando uma frequência que capta as Irradiações do ALTO.  A vela Branca, por ser a União de todas as cores irá fluir em todas as frequências possíveis.  Portanto, quando acendemos uma Vela para um ORIXÁ ou GUIA, estamos nos “” CONECTANDO “” a eles diretamente através de suas ondas vibratórias e não Lhes Dando Luz… * Irradiações = Frequência por onde fluem as energias. “” NUM MUNDO DE IMPUROS, DEIXA-TE CORROMPER PELA PUREZA!! Permita-se ser Feliz, procure conhecer a Umbanda, ela te trará conhecimentos importantes nesta sua passagem Reencarnatório, sabe-se lá quantas já aconteceram em sua trajetória divina, entre as suas diversas reencarnações. Procure saber mais um pouco sobre esta Umbanda Sagrada, pela qual nós temos um apreço enorme, e se você já foi um Contestador e tinha algumas dúvidas sobre a Umbanda, procure estar num Terreiro sério onde todos buscam o pré – conhecimento, e tem o maior prazer em te mostrar e ensinar algumas pequeninas coisas que a nossa Umbanda é capaz de fazer pelo próximo.

A Terra se localiza no plano intermediário, sendo chamado de plano astral terrestre, através desse espaço chagavam á terra os Orixás e os Ancestrais vindo dos Outros Planos. Os Nagôs entendiam que os ancestrais e Orixás surgiam de dentro da Terra, assim, após a invocação de um Orixá os ancestrais, eles batiam três vezes.   O três representa na cultura Nagô Ação, Movimento, Expansão.   O gesto de tocar três vezes o solo significa o “”O ASSIM SEJA”” ou então o ” CUMPRA-SE “” aquilo que foi determinado pelos Sagrados Orixás ou Guias. Esse procedimento também poderá ser repetido no solo na frente da Tronqueira seguido do PAÓ, Congá e dos Atabaques, pelas batidas cadenciadas dos atabaques, através da magia do som, os filhos da terra pedem ajuda, chamando os Guias e Falangeiros, os Ancestrais e os Orixás para que possam vir nos auxiliar, diante dos trabalhos do terreiro.   Nos terreiros do Brasil, os africanos, para consagrar o solo e transformar o terreiro em uma parte da África, enterram relíquias( Axés ) trazidas e elementos  encontrados aqui que ligavam aos Orixás transformando (Ritualmente) o solo brasileiro em solo quase africano “””  Chão dos seus Orixás”” e ancestrais. Em todos os terreiros mesmo de Umbanda Sagrada, também fincamos os nossos Axés, para darem proteção ao terreiro, porque em muitas vezes fazemos iniciações em Orixás, e para que um terreiro tenha a sua Firmeza, é preciso antes de tudo consagrar o Chão onde se irá construir uma casa de axé, e precisará ser feita por pessoas capacitada e conhecedora profundamente da Umbanda e os Orixás,  Quantas casas abrem no Brasil e em seguida a Desarmonia a Intolerância e as Confusões Internas e Brigas e Desacordos, acabam Fechando a casa de Umbanda. “”” A quem tem interesse de abrir uma casa de Umbanda, não cometa achismos, e nem a abra se não tiver a convicção realmente, que será um sacerdote determinado e cumpridor dos Preceitos da Umbanda Sagrada, caso isso ocorra ao abrir uma casa é de suma importância que o futuro líder, seja um conhecedor e praticante desta Doutrina Espiritual. Quero que entenda a todos os praticantes e os filhos do Ile Axé Luz de Odara, que para sermos Sacerdotes em primeiro lugar é preciso muito Estudo, Dedicação Constante, Atendimentos aos Consulentes, e muita mais Muita Dedicação em Prol dos Guias Intangíveis e incansáveis da nossa querida Aruanda.

A Umbanda é uma religião, e como tal busca a espiritualização do ser humano.   As entidades não são ” gênios da lâmpada mágica”, onde você pode fazer qualquer pedido, e elas se prestarão a cumprir imediatamente.   Os guias da mesma forma, não estão disponíveis para determinadas Barganhas: não importa o que você ofereça a eles, jamais farão o que não condiz com as leis de Deus.     As entidades da são antes de tudo guias espirituais.   Isto é, possuem a missão de nos orientar, ensinar e auxiliar a Terra em seu processo evolutivo.   Embora usem de formas astrais simples e humildes, são espíritos que já conquistaram grande adiantamento nas jornadas da vida.   Temos que saber aproveitar a grande oportunidade de estarmos próximos dessas entidades.   Não para buscarmos a satisfação de nossos interesses materiais e pessoais, mas sim, obter um pouco de sua Ampla Sabedoria.   Isso equivale mais do que todo o Ouro da Terra.   Quando desencarnamos, nada levaremos para o outro plano, senão todo o conhecimento e elevação que alcançarmos e o que pudermos fazer de bem ao próximo sem nada querermos em troca, em especial das entidades que nos assistem sempre em nossos momentos de angustias e aflição enquanto vivemos nesta terra sem fim.   ” QUER UM CONSELHO MEU FIO?   Pare de ficar remoendo o teu passado… Vai Viver tua vida !!  ” Você tem um lindo futuro pela frente.”   E se quiser seguir comigo, a minha jornada eu o levarei dentro de meus poucos conhecimentos espirituais advindos de minhas ligações espirituais com os guias que me orientam, a somente lugares onde o Amor permanecera sempre a favor destas pessoas que vem em busca de orientações espirituais de seus guias incansáveis da seara da caridade divina, assim como poderia dizer a todos os filhos e filhas de meu Ylê Axé Luz de Odara; Quem tem um Pai Francisco da Guiné e um Caboclo Flecheiro das Matas Virgens como orientadores desta casa de Socorro Espiritual, não poderiam obter um melhor caminho na vida. ” Então conclamo aqueles que amam a Umbanda Sagrada a virem comigo caminhar por bons caminhos e firmes seguidores da mesma Fé em nossa Umbanda Sagrada. Há uma razão para termos nascidos neste planeta.   Há muitas lições para serem aprendidas.   E todas as atribulações que enfrentamos fazer parte deste processo.   Os guias não podem simplesmente tirar isso de nós.   Para nossa mente limitada, pode ser um fato negativo determinada dificuldade.   Aos olhos de Deus, muitas vezes é justamente o que precisamos para vencer algo negativo que vive dentro de cada um de nós.   Você pode até recorrer a outros lugares onde é realizado trabalho com determinadas Magias.   Mas entenda, se não há merecimento, o problema reaparece com uma nova forma e ainda mais forte em sua vida.   Enquanto o aprendizado não acontece, voce ficara preso a padrões repetitivos em sua vida.   Um grande exemplo é aquela pessoa (Médium ou Consulente), que por algum acontecimento culpabiliza alguém e não consegue perdoar.   Com o tempo, a Magoa cresce no coração e materializa-se no corpo físico, como uma doença.   Ela então busca ajuda dos Médicos Terrenos, mas sem resultados.  Procura o auxílio dos Guias, é aconselhado a limpar o coração dos sentimentos negativos, mas recusa-se veementemente.   Diz que nunca perdoará a pessoa ou seu desafeto na terra.   Então ouve falar de um Certo Lugar, onde é realizado um Trabalho e seus Problemas serão todos resolvidos.   PAGA CARO, a DOENÇA SOME, o RANCOR CRESCE.  O QUE ACONTECE? Alguns anos depois, a pessoa desenvolve uma nova e difícil DOENÇA, ainda mais grave, em outra parte do corpo.  Infelizmente, esta história é mais comum do que se imagina hoje em dia.   Ao buscar a Umbanda Sagrada, busque por amor aos Guias e Orixás.  Abra seu coração para isso.   Nossa religião não se resume a fazer pedidos.   Ela poderá sim te ajudar em alguns assuntos materiais, há muitos relatos e verdadeiros milagres, mas este não é o objetivo principal. É preciso antes de tudo, mudarmos por dentro, alguns problemas somente se resolvem assim.   Enquanto houver a TEIMOSIA e INSISTÊNCIA em ERROS a SITUAÇÃO AINDA PERSISTIRÁ.  E a Umbanda e nós Médiuns estamos aqui para te ajudar te auxiliar a desenvolver-se Moralmente e Espiritualmente. Quando você compreender isso, saberá agradecer cada dificuldade que já passou pela sua vida.   Cada uma, por mais Sofrimentos que tenhas passado ou lhe causados aborrecimentos Extremos, com certeza lhe trouxe um imenso e grandioso Aprendizado para o seu ESPIRITO.                         

Esta é uma questão assaz complexa por demais, o qual não é possível bem responder com um simples ” SIM” ou ” NÃO“. Para entendê-la, seria necessário esmiuçar os detalhes e características de nossa religião.   É o que intencionamos realizar neste presente texto.  É inegável que a influência cristã está presente em diversos graus de nossa Umbanda. Adotamos, como princípio norteador, a Caridade.   Os guias, com frequência, benzem e abençoam sempre em nome de JESUS CRISTO. Realizamos o… BATISMO, CASAMENTOS, CERIMÔNIAS FÚNEBRES e até podemos por lei termos o nosso próprio cemitério para enterrar nossos mortos.  Fazemos firmezas nos cruzeiros, vamos a missas normais quando queremos, cultuamos o ANJO DA GUARDA, comemoramos os Orixás em datas de Santos.   E em muitos terreiros ainda permanecem as imagens sincretizadas dos santos católicos.   O terreiro expressa, em seus ritos, o principio cristão do amor ao próximo.   Nossas atividades têm como objetivo a caridade, sem nenhum interesse por Recompensas, Reconhecimentos ou qualquer tipo de algum benefício excluso a nossa fé espiritual.   A humildade, um outro ensinamento do Cristo Jesus, é um valor supremo na Umbanda Sagrada.   Ela acolhe a todos, sem Distinção alguma de cor, raça, credo, de um modo em geral.   Por outro lado, não nos orientamos diretamente pela bíblia cristã. Mais podemos e sabemos aproveitar alguns ensinamentos do Cristianismo, mas nós não fundamentamos nossos rituais nestes ensinamentos diretamente. Porque a Umbanda para nós Umbandistas de fato e de ato, não Cremos em Juízo Final, Apocalipse, Adão e Eva, muito menos na Figura do Diabo.   Para nós, não existe o Inferno e nem o Paraíso.   As almas não são condenadas ao Eterno Sofrimento, porém participam de um constante ciclo de encarnações sucessivas, em que somente poderão se libertar com a sua evolução espiritual.  Mais importante ainda, a Umbanda não dissemina a ideia do Pecado.   Nosso objetivo não é estimular o sentimento de culpa e nem o medo do Pós Morte.   Compreendemos DEUS não como um Ser que Pune Conscientemente os Seres Humanos, mas que os Dotou de um ” LIVRE ARBÍTRIO “.   O sofrimento é consequência do MAU USO DELE (Livre Arbítrio).   O nosso modo de atuação é outro.   Por meio dos passes, aconselhamentos, banhos, firmezas, entre outros preceitos, a Umbanda promove sempre o fortalecimento espiritual do consulente.   O contato regular com as vibrações elevadas dos Guias e Orixás provoca a sua harmonização e o Equilíbrio Interno de cada um.   Gradualmente, sua mente se desassocia de fixações doentias e sentimentos destrutivos.   Desta maneira, ele Consulente ou Médium alcançará a tão falada Reforma Intima.   Portanto, se me for perguntado se a minha religião é cristã, poderei responder que os ensinamentos do Mestre JESUS CRISTO, são encontrados dentro de minha Doutrina, em especial as suas lições de Morais e Amor ao Próximo como a máxima dita por ele ” Amai-vos uns aos outros como eu vos amei “.  No entanto, o cristianismo é mais uma influência entre outras tantas que a Umbanda recebeu, como o culto BANTU aos ANCESTRAIS, os Orixás, o Espiritismo, o Xamanismo Indígena, e o Esoterismo ciência renovada através dos astros. Entretanto, ela não é uma simples mistura desses cultos: a Umbanda Sagrada possui os seus próprios fundamentos, e toma ela mesma como referência para as suas práticas cristãs ou doutrinárias. O nosso Templo Religioso atua como um pronto Socorro Espiritual.   São realizados, em suas Dependências, Descarrego, Quebras de Demandas, Desobcessôes, Curas, Cirurgias Espirituais, Aberturas de Caminhos, Desenvolvimentos Espirituais, Aconselhamentos entre outras tantas bênçãos da espiritualidade.   Nele, o Espirito Santo se faz presente por meios dos Guias e Protetores.   Afinal, o que são os caboclos, pretos velhos, crianças, guardiões, senão Santas Almas que por amor a todos nós se manifestam para nos auxiliar e nos ajudar sempre e sempre.   Ile Axé Luz de Odara. Jacarei SP. Sacerdote de Umbanda Babá Yfa Toki

O nosso mundo material é permeado pelo mundo espiritual.   Por onde caminhamos, há a presença dos mais diferentes espíritos, que podem ser tanto de natureza elevada assim como menos adiantados na escala evolutiva.   O que vai determinar que tipo de companhia espiritual nos irá acompanhara é o nosso Estado Vibratório.   Embora algumas companhias espirituais possam ser bastante desagradáveis, é preciso reforçar que não há motivos para teme-las.  Elas não podem nos afetar diretamente, mas somente na medida que damos brecha para isso.   Os pensamentos e sentimentos negativos, os comportamentos imorais abrem portas imensas para a atuação dessas presenças.   E preciso tomar especial cuidados com o medo, que fortalece a atividade desses espíritos.   A vida não se assemelha àqueles filmes de terror.   O mal surge quando permitimos ser influenciados pelas presenças negativas por algum comportamento ou pensamentos incorretos pessoais nossos.   Mas se mantivermos nossa mente e coração firmes, sintonizados com a espiritualidade elevada, pode ter certeza que nada nos acontecerá ou nos afetará.   Somos ensinados a Vigiar e Orar.   Há mais sabedoria nessas duas palavras do que costuma-se imaginar. Os espíritos negativos, ou obsessores, como preferir chamá-los, tem seu campo de atuação em nossos pensamentos e sentimentos.  Tentam nos estimular a discórdia com o próximo, a fazer alguma coisa ou besteira, e dar mais valor ao nosso orgulho do que ao que é correto, a alimentar alguma magoa ou rancor, a querer nos vingar de alguém, ou mesmo a desanimar a desistir de nossos projetos espirituais e materiais. É como aquela pequena vós tentando nos tirar de um bom caminho. Lembre-se sempre de que você possui proteção espiritual de seu guia.   A espiritualidade de luz está a te acompanhar. Guiando seus passos, há o seu Anjo da Guarda, o chefe de coroa ” ORI ” seus Guardiões guias e protetores.   Eles estarão a zelar por você sempre em sua caminhada e na sua vida. De fato, há casos de pessoas e médiuns com mediunidades em desiquilíbrio que sofrem um pouco mais com as atividades de obsessores e espíritos sofredores.  Ainda assim, não há razão para ter medo, pois isto os fortalece.   Para estas situações é que estão Abertos os Terreiros sérios de Umbanda estão abertos para o auxiliar e ajuda-los no que preciso for, basta ao menos ter FÉ e procurar por esta ajuda de quem realmente estar preparado para tal dissolução de seu caso em especial. Toda a perturbação pela qual passa esses recém descobertos Médium ou Consulentes, vem como um Gatilho que provoca profundas mudanças de comportamento. É UM CHAMADO PARA A ESPIRITUALIZAÇÃO. Hora ou outra, o aprendizado chegará para todos, mesmos os espíritos chamados ‘ TREVOSOS ‘ conhecerão a Luz. Não podemos esquecer que estes espíritos foram humanos assim como todos nós, em um continuo processo de Evolução Carmática ou não as Vezes.  O progresso espiritual é uma lei Divina, não há como nenhum de nós escapar. Pode até demorar, mas todos nós trabalharemos para o Amor. Não são poucos os que foram obsessores nos passados e hoje estão. Encarnados como Médiuns para encontrar a Redenção Divina. É a grande maioria.  A espiritualidade trabalha no sentido de salvar a todos nós.   Ela não simplesmente prende o espirito e manda para longe, como muitos acreditam. A Umbanda leva Luz, Consolo, Orientação para os encarnados e também para os desencarnados. Com frequência, no momento do atendimento, o Guia dá o passe e o aconselhamento tanto para o consulente quanto para algum sofredor que o acompanhou até ao Terreiro Centro Espirita. Por esta razão, não sejas desrespeitoso a nenhum ser sobre esta terra. Nossa maior proteção contra qualquer influência espiritual negativa é mantermos uma vibração elevada sempre em tudo o que formos fazer na vida e em nossos dias. E para isso, temos uma poderosa ferramenta, acessível a todas as criaturas da Terra: A Oração. Por meio da Prece, criamos Luz onde quer que estejamos, transformando a nós e o ambiente em nossa volta.   É o canal de comunicação direto para com os nossos guias, os Orixás e DEUS. Quanto mais nos esforçamos para nos aproximar dessas forças divinas, mais amparados pela espiritualidade estaremos sendo protoxidos sempre.  Então porque termos medo da espiritualidade se ainda nada devemos a ela, e ainda estamos em processos evolutivos nesta terra, lembrando sempre que hoje nós ” Somos Almas em Breve Seremos Espíritos “. UMBANDISTAS COM MEDO DE ESPÍRITOS. Jamais haveremos de sentir medo. Ile Axé Luz de Odara de Jacarei SP. Sacerdote Umbandista. Baba Yfa Toki

Princípios Iniciático de um médium na umbanda.   Tem médium que entra na corrente já se sacudindo todo, é errado??  Não é errado, mais precisamos ater de que deve existir algo a mais no terreiro em questão.   Se der chance incorpora antes da Entidade Chefe ou dirigente dos trabalhos. E não pode ouvir um ponto que é já da sua entidade…  Que já está dizendo que não consegue segurar, e que precisa dar logo a passagem de seu guia.  Cuidado.  Muita calma nesta hora!  Porque, o médium sério entende que sua entidade está no terreiro… E nem sempre precisa estar incorporada para trabalhar. E portanto, havendo necessidade. Pedirá licença para ajudar no que a casa precisar neste dia…. Respeite a hierarquia da casa lembro das palavras de um caboclo Flecheiro das Matas Virgens… ” Cantar, bater palmas, firmar o coco, tudo isso faz parte do trabalho…. Não adianta nada estar ali, cheio de capa guias e pulseiras….  com o copo na mão, charuto na boca… Mas quando chega a hora de cantar…. Não conhece um único ponto de Umbanda!   Ou simplesmente não canta…. Ponto na Umbanda é Oração, não esqueça disto… E quem canta reza duas vezes…. Outra coisa importante meus filhos e filhas… Médium é aquele que respeita sua casa e sabe valorizar o chão onde pisa, e isto no sentido literal, ou seja… Se precisar limpar o chão, lavar paredes, tirar o lixo, atendera assistência, ajudar nas entregas, e no que preciso for sempre estar disponível para a sua casa. Estar ali aprendendo e fazendo com humildade, médium que que pensa que ” Trabalhar na Umbanda “, é somente estar incorporado !! E ainda achar que está fazendo muito, esse médium não está ainda nem no primeiro grau de umbanda. Dessa longa e vagarosa escada chamada evolução espiritual.   Portanto, caros irmãos que iniciam agora sua caminhada ou até os mais antigos, aprendam isso…  A corrente é a firmeza de nossa casa! Se voce perceber que precisará estar ali cantando e ajudando. Não se encabule de conversar com sua Entidade. Se for mesmo necessário incorporar naquele momento, você saberá com certeza disto, elas nos ouvem, não existe essa coisa de:    ” MEU GUIA TEM DE TRABALHAR” entende você meu filho ou filha.  Entretanto quando decide faltar no terreiro…. Por conta de festa, viagem etc. Aí o guia não precisara estar trabalhando nestes dias??? Ai os seus Guias não Precisarão Realmente Trabalhar neste dia. Pois então não é mesmo! Nenhuma entidade de Umbanda é DÉSPOTA e nem vai transformar seu aparelho em ESCRAVO, temos que tomar cuidado com nossa própria Presunção as vezes, em achar que se não incorporarmos, não trabalhamos, os guias são nossos amigos! E pronto e como tal nos entendem através da conversa, e da comunicação, portanto, ao chegar em seu Terreiro, bata a cabeça sempre, Cante, Bata Palmas, Ajude no que você puder, e respeite a todos irmãos de fé, respeite a hierarquia, respeite a doutrina sempre de sua casa espiritual.  Lembre-se juntos somos mais fortes e se assim agirmos em grande parte dos trabalhos a serem executados nos dias de GIRAS tudo irá se transformar para melhor, e seus guias terão ainda mais gratidão por ti e pela sua fé e eu como seu orientador terei mais tempo para me dedicar a sua Mediunidade e seu Desenvolvimento Espiritual.  Ile Axé Luz de Odara Jacarei SP.  Sacerdote Baba Yfa Toki.

Na umbanda aprendi a dizer Sim e dizer Não!!! Mas para minha própria evolução e aprendizado. Porém a maioria das pessoas não conseguirá entender minhas escolhas pelo simples fato de não serem escolhas delas. Meus amigos não irão entender a minha recusa para um ” Chopinho” um jogo de bola, no sábado atarde, meus pais não irão entender a minha recusa para aquela festinha do priminho mais novo.   

Minhas tias, primos, tios, irmãos e avós talvez também não conseguirão entender a minha falta naquele churrasquinho familiar para eu Estar no Terreiro junto aos meus GUIAS e ORIXÁS. Muitos irão dizer: Ah! Mais terreiro tem toda semana. O Santo será o mesmo na próxima semana, vamos aproveite e curta a festa está uma delícia!!  Na maioria das vezes você não terá nem argumentos, porque o maior argumento está no coração, na dedicação minha e no amor ao SAGRADO e isso, não para explicar!!! Bem, não iriam entender mesmo. Mais o simples “” Não posso, tenho trabalho no Terreiro Hoje”””, que soa incompreensível pata muitos! Transborda Amor para seus Orixás, porque o simples “”” Não “”” para tudo é o “”Sim”” que abastece a minha alma, a minha fé e faz alegrar meu espirito. Este é o SIM da minha Umbanda Sagrada, da minha fé, minha crença, minha esperança de dias melhores, minha fortaleza em vida, da qual não poderei viver sem ela.

Este é o SIM que me faz feliz e enche de alegria e contentamento interno meu coração. Até porque meus GUIAS, nunca estarão ocupados quando lhes apresento um problema de alguém, quando tenho minhas dores, quando o meu peito sangra ou a solidão me consola nas minhas madrugadas. Amo a minha Umbanda, e amo mais do que eu mesmo as vezes. Eu somente posso amar aquilo que me traz conforto, Paz, Alegria, Tranquilidade e Equilíbrio em minha Vida.

E se você me ama, me admira por ser seu orientador espiritual, queira que eu seja sempre feliz, e por isso me queira sempre na Umbanda Sagrada, que sem a qual eu não seria nada nesta vida. Na Umbanda Sagrada, aprendi a dividir, compartilhar o pouco que eu sei e a aprendi nesta minha missão espiritual, e em minha vida. Aprendi que terei tempo para tudo, desde que tudo esteja no seu tempo. 

O tempo pertence a DEUS, então, há tempo para plantar e para colher, tempo de sorrir e de chorar, tempo para estudar e para ensinar… tempo para DEUS e para a vida na terra, tempo para os filhos e filhas do Ile Axé Luz de Odara.

Toda vez que ao abrimos um Gira em uma casa de Umbanda, estamos abrindo estes trabalhos por meio de um Ritual evocamos o Sagrado através das bênçãos e as forças dos Orixás. Estamos nos conectando com o Plano Astral e abrindo um Portal para com as divindades, por tanto devemos entender a doutrina e a origem do Sacerdócio, cada sacerdote tem suas particularidades, por óbvio não há ainda uma cartilha pronta e pré estabelecida a todos os templos. E cada casa, cada dirigente conduz a sua maneira, e a seu jeito, dentro das normativas dos preceitos da Umbanda Sagrada, portanto deve ser respeitada e levada à sério, evidentemente não existe um Certo ou um Errado, mas alguns conceitos são iguais para todos bem como os fundamentos da Umbanda devem ser levados muito a sério mesmo.  COMO SABEMOS; … As Umbandas têm vários rituais, inclusive já tratei com vocês deste tema em outras ocasiões pré eminentes quando assim foi preciso… SÓ para relembrá-los e ilustrar algumas informações anteriores constantes na Apostila Interna do Ile Axé Luz de Odara.   AMACI – BATISMO – CASAMENTOS – FUNERAL – RECOLHIMENTOS P/ INICIAÇÕES EM ORIXÁS.   Observação;;; Estes locais sagrados são campos de força dos Orixás, são seus campos vibratórios.   RITUAL PROPICIATÓRIO – COROA DE GUARDIÕES E GUARDIÃS – RITUAIS DA GIRA EM SI.  EXISTEM OUTROS RITUAIS INTRÍNSECOS A UMBANDA SAGRADA;… DESOBSESSÃO – BANIMENTOS – BATIDA DE CABOCLOS – BANHOS DE ERVAS –  DEFUMAÇÕES – PEMBA – FUNDANGA – EBÓS E BORIS… Vale salientar que não é qualquer casa que faz estes tipos de trabalhos, Tanto de Orixás como Umbanda, é preciso saber por onde vai buscar informações e trabalhos deste tipo, quando precisar procure uma casa séria e de pessoas com alto conhecimentos em Umbanda e Orixás;;; Mas vamos aqui falar do Ritual da Gira de Umbanda especificamente; Como já Vínhamos falando, não importa a formação do Dirigente ( Pai no Santo ou Mãe no Santo), pois uma Gira deve seguir uma sequência lógica e possível na Umbanda Sagrada; Assim como acontecem nos rituais católicos, cristãos e em outras Religiões de um modo em geral.  Os Ritual Litúrgico da Gira deverá seguir também uma sequência lógica e rotineira;  Deve ter começo meio e fim; 

O COMEÇO; Toda Gira deve ter uma consagração de abertura… Com palavras rogativas, orações e pontos de abertura de to1dos os Guias que irão trabalhar neste dia no terreiro, e se possível cantados em alta vós, os médiuns incorporam suas entidades, darão passagens para o início dos atendimentos ao público em geral, aos seus guias, a sequência destas linhas de trabalhos variam de casa para casa de umbanda, assim os consulentes começarão a serem atendidos.

O FIM; Tudo o que começa deve terminar!!! Assim como na abertura da Gira o encerramento também é muito importante, tanto para a casa, quanto para todos os médiuns, e o encerramento deve seguir também uma sequência lógica de fechamento dos trabalhos da Giras no dia, Com palavras rogativas, orações  e pontos de fechamento da gira, e no final de tudo a maioria das casas cantam o Hino da Umbanda, é muito lindo e emociona os presentes a gira, mas como já disse no início, não há uma receita pronta, cada dirigente tem a sua maneira, seu livre arbítrio, para fazer o que for de melhor dentro dos preceitos originais da umbanda. Mas com sequência lógica a Gira ficará mais bonita, mais leve, mais sutil mais organizada a todos que estiverem a participar delas e dos trabalhos espirituais na Umbanda. Será fácil de ser compreendida pelos demais simpatizantes e consulentes nos trabalhos e nos rituais presentes na umbanda, que ali vão em busca de orientações e ajuda espirituais. O que acham vocês destas minhas orientações e informações, então é preciso nos esforçarmos para que a Umbanda se torne realmente uma Religião Brasileira, não é sonhar demais, pois já estamos bem adiantados neste curso e voluntariado a favor do bem comum de todos nós, dentro da magia do espiritismo.

QUAIS OS SIGNIFICADOS DE TUDO ISSO NA UMBANDA E ORIXÁS

Existe um significado por trás de todo movimento corporal dentro do terreiro que fazemos em uma gira, ao adentrarmos no espaço, ao entrar na corrente, ao saudar um Orixá ou Guia, demonstrar respeito pelo sagrado, chamamos estes movimentos corporais de Comportamento Ritual… Os novos adeptos podem ficarem meios perdidos, e mesmo os mais velhos adeptos podem repetir esses movimentos de forma mecânica, sem saber exatamente o que tudo isto significa, embora sabendo que é um Ato Sagrado, creio eu que aqui estejam todos, ou pelos menos os mais comuns entre os templos de Umbanda, a título de curiosidade, vale saber que a maioria foi herdada do candomblé.

Encontrado em muitas religiões, bater a cabeça no solo significa respeito, humildade, entrega e agradecimento. Na Umbanda é um ato de respeito aos Orixás e Guias daquele Terreiro, em alguns terreiros também se bate a cabeça para os Sacerdotes, Atabaques e Tronqueiras.

Os adeptos da religião tem o hábito de cruzar o solo ao adentrar um terreiro, e isso está relacionado ao Mistério da Cruz, quando se cruza o solo, você saúda o alto, o embaixo, a direita e a esquerda deste terreiro; essa força sagrada que habita ali, ao mesmo tempo pede-se licença, é uma forma respeitosa de saudar a força sagrada que ali se encontra, poderá ser feito em outros templos também, se for possível e recebido com Bons Olhos pelo Terreiro.

É uma forma de saudar o triangulo de forças da direita e da esquerda, também é uma forma de Pedir ” AGO” (Licença), com a mão direita e fazendo o Sinal da Cruz, saudação aos pretos velhos.  Com a mão esquerda cruzando os dedos com as palmas das mãos viradas para o solo; Saudação aos Exu.

Vem de uma antiga postura do candomblé, na Umbanda, toca-se a fronte e a nuca alternando, quando seu Orixá é saudado. Significa que meu caminho seja iluminado e conduzido por (nome do seu orixá)”, variações incluem tocar a fronte e o lado esquerdo para ORIXÁ FEMININO e tocar a fronte e o lado direito para o ORIXÁ MASCULINO.

Saudação à esquerda; GUARDIÃO E GUARDIÃ.

Saudar, respeitosamente, a Um Orixá ou Guia do Terreiro.

Saudar as forças da esquerda e direita, além de saudar o feminino (lado esquerdo) e masculino (lado direito), também significa igualdade e fraternidade entre quem cumprimenta desta forma.

Demonstra humildade e entrega; respeito e simplicidade perante os Guias Orixás e DEUS

Algo que é pedido na maioria dos terreiros quando alguém adentra na corrente, o solo de um terreiro é um local sagrado, e as solas dos sapatos carregam sujeiras diversas, não só físicas mais espirituais também, no momento em que você toca o chão descalço para ir tomar um passe, ou até mesmo para uma consulta, você já está enviando energias negativas ao solo que serão transmutadas e reenviadas a você, de forma positiva e energizadora, também representa a humildade e simplicidade da Religião de Umbanda.  Sempre que for á um terreiro, lembre-se que você deverá perceber que está entrando em um local Sagrado e de muito Axé e recheados de energias positivas, que se a sua Fé for igual aos dos guias que te recebem na casa, com certeza irá receber toda a energia positiva, para o bem comum de você seja consulente, ou médium ou até mesmo simpatizantes da Umbanda Sagrada.  Por isso sempre buscamos como Sacerdotes dizer; “” O DIVINO NÃO É RESPONDÍVEL PELO PROFANO “”.  

Será que eu devo ir a um Terreiro?

Sim!!

Devo ir quando houver necessidade; a ida a um Terreiro deve se dar quando vc realmente se sentir na necessidade do mesmo…. É indo deve observar tudo a sua volta e sempre se sentar no último banco da casa. E ficar observando e esperando a sua vez de ser chamado pelos Guias. Médium é realmente uma forma de entender o Sagrado indo ao terreiro numa GIRA espiritual ou ao culto.

Quando o médium não quer trabalhar ele pensa e ouve coisas de todos os lados e direções: Eu tenho meu Livre Arbítrio, eu sou livre para fazer minhas escolhas, não deixa de ter razão, só que nossas escolhas não são feitas aqui e sim!!! Já lá no plano espiritual, onde temos plena consciência do nosso grau de entendimento.  Assumimos compromissos para que tenhamos a oportunidade de crescimento, no caso do Médium de Incorporação ele tem um compromisso em trabalhar em conjunto com uma outra entidade, para que os dois possam crescerem e evoluírem juntos. Tudo isso é aceito, é uma escolha feita já lá no plano astral, antes de sua reencarnação. O esquecimento nos é dado assim que reencarnamos, justamente para que possamos pôr em prática tudo aquilo que escolhemos, mas aqui nos deixamos influenciar por quase tudo ao nosso redor, compramos ideias que nem sempre fazem parte do nosso programa e assim vamos nos desviando pouco a pouco de nossa missão espiritual já feita no plano astral. É claro que o crescimento deste Médium será totalmente prejudicado, assim como o da entidade com a qual foi acordado o compromisso, começará então a cobrança, ou melhor a lembrança de um acordo feito antes de sua reencarnação, que o inconsciente grita…  Dando vários sinais dos mais sutis como: SONHOS, Pessoas que Falam sobre o Assunto nas Rodas de Conversas Pessoais suas, Livros, Reportagens na TV ETC. E os mais incisivos como: DESIQUILÍBRIO EMOCIONAL, MAL ESTARES CONSTANTES, BARULHOS EM SUA VOLTA E EM SUA CASA, e as vezes até DOENÇAS QUE NÃO SÃO DE ORDENS FÍSICAS, vai ao médico faz exames e nada de algo consubstancial para que um bom profissional posa medica-lo. Tudo é tentado para que a pessoa olhe para dentro de si e sinta que tem algo errado e diferente e que não está achando explicações logicas sobre seus males, e ai resolve procurar uma ajuda espiritual. Alguns fatores sociais ainda persistem em interferir muito em nossas vidas aqui neste plano, é preciso haver muita Determinação e Fé, para que possamos passar por tudo isto em nossas vidas, e no final das contas darmos uma chance a nós mesmos, MAS O PRINCIPAL, É DAR O PRIMEIRO PASSO, QUE É O DE ACEITAR A SUA MISSÃO. Qualquer tipo de mediunidade a ser desenvolvida é e será sempre para o nosso próprio bem, e daqueles que também irão vir a precisar de nós algum dia nesta vida. E por mais simples que possa parecer uma mediunidade, ela é para o nosso próprio bem, e que com certeza nos levará a um caminho da LUZ.  A responsabilidade é e será sempre nossa, nós não podemos nos deixar mais que estas influencias negativas, venham a interferir em nossos acordos já feitos, antes de reencarnarmos, as vezes nós desistimos de nossos compromissos e sempre buscamos arrumar alguma desculpa ou melhor uma desculpa para uma outra desculpa e deixamos de fazer o que VIMOS CUMPRIR neste planeta terra. A Ajuda sempre vem, só será preciso você!!  Prestar Atenção e Aceitar, com todas as forças de seu coração a sua missão de ser MÉDIUM DE INCORPORAÇÃO OU NÃO! Nós Sacerdotes, sempre estaremos dispostos a orientar, e trilhar todos os ensinamentos sobre Umbanda Sagrada e Orixás…  Mas para isto será preciso antes de tudo você aceitar e seguir as diretrizes e normas que a Umbanda através de seus sacerdotes orientam você, e também aceitar de que haverá você de deixar um pouco a sua vida pessoal; em alguns determinados dias, para estar dentro do Terreiro nosso chão sagrado espiritual…. Se assim o fizer ficará mais fácil ajuda-lo, e desde já espero ter informado um pouco mais.

Translate »